• Mario Cezar Nogales

Brasil, o país onde o futuro é agora!



Esqueçam-se das narrativas, afinal de contas, narrativas enchem os bolsos dos expertos em detrimento de trouxas. Esqueça-se dos “ismos”, comunismo, socialismo e o capitalismo estes trabalham em conjunto para os poucos que controlam nosso planeta.


Estou revoltado? Não, nem um pouco, pois afinal de contas chegou a nossa vez, não sou cientista politico ou que eu tenha uma compreensão profunda de geopolítica, contudo, como administrador, consultor e estrategista, manter-se informado é prioridade.


Dados pesquisados aqui e acola, efeitos econômicos aqui e ali, fatos e acontecimentos que poucos prestam a atenção, são estas as informações que encontro e que me dão o cabedal estrutural para estratégias, meus consultados que o digam (alguns até brincam de que eu tenho uma bola de cristal).


Vamos então a alguns fatos:

  • Brasil é um dos poucos países que teve crescimento durante e pós-pandemia

  • A bolsa de valores brasileira vem com excelente desempenho em comparação as outras bolsas.

  • O Real é uma das poucas moedas, e uma das que mais se valorizaram no ultimo período.

  • As medidas em relação à pandemia só não foram alteradas devido à politica e a possibilidade de reeleição de alguns candidatos.

  • O turismo nacional de lazer foi um dos maiores dos últimos tempos, em algumas regiões as vendas foram recordistas históricos.

  • Políticos nacionais em guerras ideológicas aumentaram impostos o que exponenciou a já inflação causada pela pandemia.

  • Mal acaba a pandemia e acontece um conflito armado na Europa o que faz as commodities nacionais serem impulsionadas muito além do esperado.

  • Durante a pandemia os 5% mais ricos do mundo duplicaram suas riquezas


O que podemos esperar para o turismo e a hotelaria nacional para os próximos anos?

  • O numero de negócios irá aumentar a patamares que nunca imaginamos já que o Brasil é um dos celeiros mundiais, cabeça de chave de toda a América Latina.

  • Os preços de tudo irá aumentar mais do que imaginávamos, já há falta de commodities e a inflação será mundial.

  • O turismo de negócios terá expansão igual ou maior que o do turismo de lazer devido aos negócios futuros que aqui ocorrerão.


Porque cheguei a estas conclusões?

  • Apesar da pandemia, as grandes redes ampliaram seus negócios no Brasil e na América do Sul, mesmo com alguns hotéis fora de rede falindo devido à crise de saúde mundial.

  • O agronegócio se manteve prospero e espera ainda mais, o Brasil sendo Brasil.

  • Novas redes hoteleiras e de outros ramos aportaram em terras tupiniquins.

  • A mão de obra começou a ficar escassa em quase todos os âmbitos, isto quer dizer que haverá necessidade de imigração (haja vista angolanos, bolivianos, etc., etc. que já estão aqui)


Ou seja, apesar de uma inflação galopante que nos acometerá, das eleições que se darão em breve e das possibilidades de reset econômico, entre outras questões, não serão alienígenas que descerão de naves para salvar o planeta, está na hora das crianças darem lugar aos adultos porque a brincadeira acabou agora a questão é séria, somos a ultima fronteira entre a manutenção ou colapso global e colapso global faz mal aos negócios o que ninguém quer (nem os globalistas) é por este e outros motivos que tenho certeza que os próximos anos serão prósperos não apenas para o Brasil, mas para a América do sul como um todo. Basta agora segurar aquela ansiedade que todos temos pensar em conjunto como uma nação e lembrar que políticos estão lá para prestar serviços e nos servir.


Lembrem-se de que os hoteleiros se vangloriaram de suas técnicas de Revenue Management e estou vendo poucos que souberam de fato usar esta ferramenta, afinal de contas, até então eram crianças brincando de gerencia num mercado aquecido, bastou uma pandemia que logo lembraram que não entendiam o que estavam fazendo.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo